Sejam Bem-vindos Ao Meu Blogue!

Escrever é muito mais do que uma mera paixão, é uma parte de mim!
Na poesia, os pensamentos, as ideias e as emoções ganham vida própria, deixam de ser uma parte do autor e rompem a fronteira do "eu" , abraçando, assim, outras realidades, outras vidas.
Nélson J. Ponte Rodrigues

quarta-feira, 31 de dezembro de 2014

Rende-te Ao Meu Encanto!


Rasga essa roupa suavemente sem pudor.
Sente o amor que emana deste corpo sedento do teu calor.
Despe cada peça com leveza e rouba esta minha enclausurada tristeza.
Tu és capaz de fazer tal proeza. Arrebata-me com a tua subtileza.

Tantas vezes, tive de esconder o meu querer.
Tantas vezes, sonhei com o nosso amanhecer.
Tantas vezes, imaginei os nossos corpos enleados um no outro ao anoitecer.
Não fui fraco nem cobarde… Simplesmente, tive medo de te perder.

Não vou entregar o meu destino a nenhum malmequer.
Já esperei tempo demais. Não quero deixar este sentimento a arrefecer.
Nestas longas e frias noites de inverno, quero aquecer a tua cama
E nas tórridas noites de verão, serei o calor que te inflama.

O desejo que alimenta este amor é o mesmo que idolatra o teu odor.
Deixa o passado arrumado e fica do meu lado.
Deita fora esse casaco velho que não te aprimora e nem te revigora.
Não procures nesses bolsos de cetim o teu sádico fim.

As estrelas que contemplas à noite, não te as posso dar.
Os grãos de areia que se estendem pela praia, não consigo contar.
Por outro lado, posso oferecer-te o meu amor e o meu açucarado senso de humor.
Sei que te faço rir, por vezes, suspirar. Rende-te ao meu encanto! Refina o teu paladar!

Ama-me com cólera, com ardor…
Devora-me com todo o teu fervor.
Contudo, não quero só êxtase. Esta é a imaculada verdade.
Quero uma companheira para toda a posterioridade.

Nélson José Ponte Rodrigues
30/31 – 12 – 2014 

Sem comentários:

Enviar um comentário