Sejam Bem-vindos Ao Meu Blogue!

Escrever é muito mais do que uma mera paixão, é uma parte de mim!
Na poesia, os pensamentos, as ideias e as emoções ganham vida própria, deixam de ser uma parte do autor e rompem a fronteira do "eu" , abraçando, assim, outras realidades, outras vidas.
Nélson J. Ponte Rodrigues

sexta-feira, 26 de agosto de 2016

A Receita Da Vida

A vida não é perfeita. Contudo, podes torná-la magnífica. Como? Escolha bem os ingredientes, verifica as doses, e está atento ao tempo de preparação e confeção.... Excessos e carências nunca fizeram boas receitas. O segredo está na preparação, dedicação e tempo de cozedura. 

Muitos querem o que é extremamente prazeroso, instantâneo e bom. Desconheço perfeitamente! E depois queixam-se? Comerias um bolo cru ou queimado. Não! Gostas de comida extremamente salgada ou doce? Creio que não! Preferes uma bela salada de polvo feita na hora ou umas sardinhas enlatadas repletas de corantes e conservantes? A vida até é bastante simples e lógica. As pessoas é que muitas vezes recusam-se a aprender. A preguiça é letal! Caso queiras ser feliz, terás de aprender a escolher com sapiência os ingredientes da tua vida. Ingredientes de má qualidade estragam qualquer receita. A tua vida, os teus ingredientes, a tua receita. Usa-os bem. Na vida, o tempo pode ser bem gasto ou desperdiçado. A escolha, por vezes, é nossa. Aprende a degustar o que já tens de bom na tua vida. Experimenta novas receitas caso o consideres necessário. As coisas boas da vida não caem do céu, salvo a chuva. Aquele que observa por onde vai, também cai. No entanto, cai muito menos. 

Aprimora a tua vida. Nunca te esqueças que a pressa é, por norma, inimiga da perfeição. Contudo, não esperes em demasia. Complicado? Talvez. O segredo da felicidade está no equilíbrio, nas escolhas ponderadas. Evita arrependimentos. Boas ou más escolhas geram sempre consequências. Algumas são irreversíveis e dantescas. Prepara a receita da tua vida com zelo. O que é bom, geralmente demora. Mantém-te fiel a esta receita e certamente serás mais feliz. 

A partir dos 30, deves refinar o teu paladar, escolher bem os ingredientes e estar atento ao tempos de preparação e cozedura. Afinal, a nossa felicidade tem uma receita. O prazer é momentâneo. É efémero! Quase tudo é. A alegria, a tristeza e a cólera também. Os sentimentos mais nobres e verdadeiros não o são. Duram para sempre. Ri, chora e manda à merda quando o considerares necessário. A felicidade necessita, em primeiro lugar, de dois ingredientes imprescindíveis: bem-estar e autoestima (bem temperada). Os outros ingredientes estão por tua conta. E agora? Mãos à obra!

Nelson José Ponte Rodrigues
26-08-2016


Sem comentários:

Enviar um comentário